Otimização de custos

O pilar (pilar) inclui (descrição)

O pilar Otimização de custos fornece uma visão geral dos princípios de design, melhores práticas e perguntas. Você pode encontrar orientações prescritivas sobre implementação no whitepaper Pilar Otimização de custos.

Princípios de design

Existem (contagem) princípios do projeto para (pilar inferior) na nuvem:

Definição

Existem (contagem) melhores práticas para (pilar inferior) na nuvem:

Como acontece com os outros pilares dentro do Well-Architected Framework, é preciso escolher, por exemplo, entre otimizar para aumentar a velocidade de entrada no mercado ou para reduzir custos. Em alguns casos, é melhor otimizar a velocidade, entrar no mercado rapidamente, enviar novos recursos ou simplesmente cumprir um prazo, em vez de investir na otimização de custos inicial. Às vezes, as decisões de projeto são tomadas com base na pressa e não em dados, já que sempre existe a tentação de compensar “para garantir”, em vez de dedicar tempo a realizar testes comparativos da implantação mais econômica. Isso pode levar a implantações com provisionamento excessivo e subotimizadas. Porém, essa é uma escolha razoável quando você precisa transferir rapidamente recursos de seu ambiente no local para a nuvem e então otimizar posteriormente. Investir na quantidade certa de esforço em uma estratégia de otimização de custos com antecedência permite aproveitar os benefícios econômicos da nuvem de modo mais rápido, garantindo uma adesão consistente às melhores práticas e evitando provisionamento excessivo desnecessário. As seções a seguir fornecem técnicas e melhores práticas para a implementação inicial e contínua do gerenciamento financeiro na nuvem e otimização de custos de suas cargas de trabalho.

Melhores práticas

Praticar o gerenciamento financeiro na nuvem

Com a adoção da nuvem, as equipes de tecnologia inovam mais rapidamente devido à redução dos ciclos de implantação de aprovação, aquisição e infraestrutura. Uma nova abordagem para o gerenciamento financeiro na nuvem é necessária para obter valor empresarial e sucesso financeiro. Essa abordagem é o gerenciamento financeiro na nuvem, e ela cria recursos em toda a organização por meio da implementação de criação, programas, recursos e processos de conhecimento em toda a organização.

Muitas organizações são compostas por várias unidades diferentes com prioridades diferentes. A capacidade de alinhar sua organização a um conjunto combinado de objetivos financeiros e fornecer a ela os mecanismos para alcançá-los criará uma organização mais eficiente. Uma organização capaz inovará e criará mais rapidamente, será mais ágil e se ajustará a todos os fatores internos ou externos.

Na AWS, você pode usar o Cost Explorer e, opcionalmente, o Amazon Athena e o Amazon QuickSight com o Relatório de custos e uso (CUR) para fornecer reconhecimento de custos e uso em toda a organização. O Orçamentos da AWS fornece notificações proativas para custo e uso. Os blogs da AWS oferecem informações sobre novos serviços e recursos para garantir que você esteja atualizado com os novos lançamentos de serviços.

As perguntas a seguir se concentram nessas considerações para (pilar inferior).

COST 1: Como implementar o gerenciamento financeiro na nuvem?

Ao criar uma função de otimização de custos, considere usar membros e também complementar a equipe com especialistas em CFM e CO. Os membros da equipe compreenderão como a organização funciona atualmente e como implementar melhorias com rapidez. Considere também incluir pessoas com conjuntos de habilidades complementares ou especializadas, como estudo analítico e gerenciamento de projetos.

Ao implementar o reconhecimento de custos em sua organização, considere melhorar programas e processos existentes ou desenvolver com base neles. É muito mais rápido adicionar ao que já existe do que criar processos e programas novos. Isso resultará em resultados de maneira muito mais rápida.

Reconhecimento de despesas e usos

A maior flexibilidade e agilidade que a nuvem permite incentiva a inovação, desenvolvimento e implantação em ritmo acelerado. Elimina os processos manuais e o tempo associado ao provisionamento da infraestrutura no local, incluindo a identificação de especificações de hardware, negociação de cotações de preços, gerenciamento de pedidos de compra, programação de remessas e implantação dos recursos. No entanto, a facilidade de uso e a capacidade sob demanda praticamente ilimitada exigem uma nova forma de pensar sobre as despesas.

Muitas empresas são compostas por vários sistemas executados por várias equipes. A capacidade de atribuir custos de recursos à organização individual ou aos proprietários do produto gera um comportamento eficiente do uso e ajuda a reduzir o desperdício. A atribuição precisa de custos permite saber quais produtos são realmente rentáveis e permite tomar decisões mais informadas sobre alocação de orçamento.

Na AWS, você cria uma estrutura de conta com o AWS Organizations ou o AWS Control Tower, o que fornece separação e ajuda na alocação de custos e uso. Você também pode usar a marcação em recursos para aplicar informações empresariais e da organização ao seu uso e custo. Use o AWS Cost Explorer para obter visibilidade do custo e do uso ou crie estudos analíticos e painéis personalizados com o Amazon Athena e o Amazon QuickSight. O controle do custo e do uso é feito por meio de notificações com o Orçamentos da AWS, além de controles com o AWS Identity and Access Management (IAM) e cotas de serviços.

As perguntas a seguir se concentram nessas considerações para (pilar inferior).

COST 2: Como você governa o uso?
COST 3: Como você monitora o uso e os custos?
COST 4: Como você desativa os recursos?

Você pode usar tags de alocação de custos para categorizar e acompanhar o uso e os custos da AWS. Quando você aplica tags aos recursos da AWS (como instâncias do EC2 ou buckets do S3), a AWS gera um relatório de custo e uso com seu uso e suas tags. Você pode aplicar tags que representam categorias da organização (como centros de custo, nomes de carga de trabalho ou proprietários) para organizar os custos em vários serviços.

Use o nível correto de detalhes e granularidade no monitoramento e nos relatórios de custo e uso. Para obter insights e tendências de alto nível, use a granularidade diária com o AWS Cost Explorer. Para análise e inspeção mais aprofundadas, use a granularidade por hora no AWS Cost Explorer ou no Amazon Athena e no Amazon QuickSight com o Relatório de custo e uso (CUR) em uma granularidade por hora.

A combinação de recursos marcados com o acompanhamento do ciclo de vida da entidade (funcionários, projetos) permite identificar recursos ou projetos órfãos que não estão mais gerando valor para a organização e devem ser desativados. Você pode configurar alertas de pagamento para notificá-lo sobre gastos excessivos previstos.

Recursos econômicos

Usar as instâncias e os recursos adequados para sua carga de trabalho é fundamental para economizar gastos. Por exemplo, um processo de criação de relatórios pode levar cinco horas para ser executado em um servidor pequeno, mas uma hora em um servidor grande que custa o dobro. Ambos os servidores fornecem o mesmo resultado, mas o servidor menor acarreta mais custos ao longo do tempo.

Uma carga de trabalho bem projetada usa os recursos com o melhor custo-benefício, o que pode ter um impacto econômico positivo e considerável. Você também pode usar serviços gerenciados para reduzir gastos. Por exemplo, em vez de manter servidores para entrega de e-mails, você pode usar um serviço que é pago individualmente por mensagem.

A AWS oferece diversas opções de definição de preço flexíveis e econômicas para você adquirir as instâncias do EC2 e de outros serviços que sejam mais adequados às suas necessidades. Instâncias sob demanda permitem que você pague pela capacidade computacional por hora, sem nenhum compromisso mínimo necessário. Savings Plans e as instâncias reservadas oferecem economias de até 75% em relação à definição de preço sob demanda. Com instâncias spot, você pode aproveitar a capacidade não utilizada do Amazon EC2 e ter economias de até 90% na definição de preço sob demanda. As instâncias spot são apropriadas para sistemas que aceitam o uso de uma frota de servidores em que os servidores individuais se movimentam dinamicamente, como servidores da Web sem estado, processamento de lotes ou ao usar HPC e big data.

A seleção do serviço adequado também pode reduzir o uso e os gastos, como o CloudFront para minimizar a transferência de dados ou eliminar gastos completamente e como ao usar o Amazon Aurora em RDS para remover gastos com licenças caras de banco de dados.

As perguntas a seguir se concentram nessas considerações para (pilar inferior).

COST 5: Como você avalia o custo ao selecionar serviços?
COST 6: Como você atinge as metas de custo ao selecionar tamanho, número e tipo de recurso?
COST 7: Como você usa os modelos de definição de preço para reduzir custos?
COST 8: Como você planeja as cobranças de transferência de dados?

Ao considerar os gastos durante a escolha do serviço e usar ferramentas como Cost Explorer e AWS Trusted Advisor para conferir regularmente seu uso da AWS, você pode monitorar ativamente a utilização e ajustar suas implantações de acordo com ela.

Gerenciar recursos de demanda e fornecimento

Quando você passa para a nuvem, paga apenas pelo que precisa. Você pode fornecer recursos para atender à demanda da carga de trabalho no momento em que eles são necessários, o que elimina a necessidade de um provisionamento em excesso que é caro e desperdiça recursos. Você também pode modificar a demanda usando um controle de utilização, buffer ou fila para suavizar a demanda e atendê-la com menos recursos, o que resulta em um custo menor, ou processá-la posteriormente com um serviço em lote.

Na AWS, você pode provisionar automaticamente os recursos para corresponderem à demanda da carga de trabalho. O auto scaling que usa abordagens baseadas em demanda e tempo permitem que você adicione e remova recursos conforme necessário. Se você conseguir prever alterações na demanda, poderá economizar mais dinheiro e garantir que os recursos sejam compatíveis com as necessidades da sua carga de trabalho. Você pode usar o Amazon API Gateway para implementar o controle de utilização ou o Amazon SQS para implementar uma fila em sua carga de trabalho. Os dois permitirão que você modifique a demanda nos componentes da carga de trabalho.

As perguntas a seguir se concentram nessas considerações para (pilar inferior).

COST 9: Como você gerencia a demanda e fornece recursos?

Ao projetar para modificar a demanda e fornecer recursos, pense ativamente nos padrões de uso, no tempo necessário para provisionar novos recursos e na previsibilidade do padrão de demanda. Ao gerenciar a demanda, verifique se você tem uma fila ou um buffer corretamente dimensionado e se está respondendo à demanda da carga de trabalho no período necessário.

Otimizar ao longo do tempo

Quando a AWS lança novos serviços e recursos, é recomendável analisar as escolhas de estruturas existentes para garantir que elas continuem sendo as mais econômicas. Conforme seus requisitos mudam, seja incisivo na desativação de recursos, serviços completos e sistemas que não são mais necessários.

A implementação de novos recursos ou tipos de recursos pode otimizar sua carga de trabalho de modo incremental, minimizando o esforço necessário para implementar a alteração. Isso proporciona melhorias contínuas na eficiência ao longo do tempo e garante que você permaneça na tecnologia mais atualizada para reduzir custos operacionais. Você também pode substituir ou adicionar novos componentes à carga de trabalho por novos serviços. Isso pode fornecer aumentos significativos na eficiência. Portanto, é essencial revisar regularmente sua carga de trabalho e implementar novos serviços e recursos.

As perguntas a seguir se concentram nessas considerações para (pilar inferior).

COST 10: Como você avalia os novos serviços?

Ao conferir regularmente suas implantações, analise como serviços mais novos podem ajudar você a economizar dinheiro. Por exemplo, o Amazon Aurora no RDS pode reduzir gastos com bancos de dados relacionados. O uso sem servidor, como o Lambda, pode remover a necessidade de operar e gerenciar instâncias para executar código.

Recursos

Consulte os seguintes recursos para saber mais sobre nossas melhores práticas para (pilar).

Cost Optimization Pillar
AWS Well-Architected Cost Optimization Labs
Well-Architected Tool
AWS Cost Management Blog
AWS Billing and Cost Management
AWS Tagging Strategies
Getting Started with Amazon EC2 Spot Instances
AWS Documentation